domingo, 9 de novembro de 2008

Minha Primeira Melhor Amiga.


O primeiro contato que tive com minha melhor amiga,
foi quase sem querer,
do tipo que pergunta:
- Tem alguém sentado ai?


A primeira despedia de minha melhor amiga,
foi num estacionamento,
do tipo em que você corre atrás do carro, com o rosto molhado,
e se revolta por não ter asas.


A primeira real saudade que tive de minha melhor amiga,
foi no ano seguinte à nossa primeira despedida,
do tipo que dói
e você não sabe dizer o que está doendo.


A primeira raiva que tive de minha melhor amiga,
foi por um motivo besta, sem razão,
do tipo que existe só por existir,
só pelo fato dela não estar com você.


O primeiro desabafo que tive com minha melhor amiga,
foi no quarto dela, numa tarde de domingo,
do tipo em que ela chora mais que você,
olha nos seus olhos e lhe abraça forte.


A minha primeira melhor amiga,
é como um livro de Clarice Lispector à noite,
do tipo que existe em minha vida só para me completar.

4 comentários:

Flávia Braga disse...

issuuuu, futuro da literatura!
ficou mt bom, parabens!!!

.ratzq. disse...

nossa juh
sem palavras
fiquei realmente sem palavras
e me senti mal por n ser uma amiga tão foda qto vc merece

parabens por todas as suas conquistas
tinha certeza que ia conseguir
e tenho certeza que vai continuar conseguindo tudo que colocar como meta. você é incrível

beijo e um 2009 esplendido =)

ultrapiruetas disse...

eu tinha comentado com você o quanto eu tinha achado esse texto lindo. lendo novamente, ainda me emociono. queria também ser capaz de despertar isso nas pessoas.

também adorei ter o privilégio de ter te conhecido em 2008, você sabe.

Camila Sayuri disse...

lindo, lindo ;P

deveria fazer uma livrinho com as poesias.

quem sabe em alguns anos estaremos estudando Juliana Souza. eheuiheuiheui

;)